millennials

5 minutos de leituraProfissionais modernos: como engajar a geração millennials

Você já deve ter percebido, ou mesmo sentido, que as relações corporativas já não ocorrem mais da maneira tradicional a qual estavam acostumados os grandes nomes do mundo corporativo. A causa, ou melhor, aS causaS dessa transformação têm nomes, sobrenomes e, principalmente, datas de nascimento. Estamos falando da geração millennials.

Essa geração, nascida em meados de 1980 a 1995, está entrando no mercado de trabalho agora e promovendo uma verdadeira revolução na forma de fazer negócios.

A enxurrada de startups surgindo no mercado não é à toa. São obras dos millennials, que não se contentam mais com um salário gordo para se manter em um trabalho como a geração passada.

Netflix, Spotify, Uber e até mesmo Google (podemos considerá-lo pai das startups) são os exemplos de como as relações devem se adaptar pelo bem da saúde da sua empresa, ou então, e aqui assumo o risco de dizer, pode significar o fim do seu negócio.

Neste post traçamos o perfil da geração millennials e damos algumas dicas de como lidar com essa galera no ambiente de trabalho, motivando-os e fidelizando-os para que não ocorra uma fuga de talentos da sua empresa.

O perfil da geração millennials

Os millennials são os filhos da geração X (1960 – 1970) e formam a primeira geração a crescer em um mundo completamente conectado, passando por uma revolução brusca de tecnologias e informação.

Esse contexto fez com que se desenvolvessem adultos muito mais preocupados em agir e fazer a diferença.

Aliás, os millennials são pessoas que apresentam mais consciência ambiental, cientes dos prejuízos que o consumo exagerado traz para o planeta e toda a vida nele.

A maior valorização da experiência do que do bem material é, também, uma das características marcantes dessa geração.

Crescer em meio a uma revolução tecnológica os fizeram despontar pessoas multitarefas, criativas, flexíveis e ótimas em trabalhar em grupo.

Os millennials possuem objetivos profissionais bastante diversificados, porém têm como fortes características comuns a busca pelo equilíbrio entre a vida pessoal e o trabalho, e maior valorização de uma progressão de carreira frente a um alto salário.

Os millennials apresentam, ainda, três perfis principais: o focado, o equilibrado e o altruísta.

O millennial focado é o que mais se aproxima da geração X, e tem como objetivo o sucesso profissional.

Veja também:  Estratégia competitiva: como turbinar sua empresa utilizando análise de dados

Os que se encaixam nessa categoria entendem o consumo como retribuição do esforço. Gostam de ostentar em redes sociais, e no ambiente de trabalho agem como o dono do negócio.

O perfil equilibrado valoriza mais o caminho do que o destino em si.

Sua maior busca é pelo equilíbrio entre vida pessoal e profissional, além de ser o perfil da geração saúde.

No trabalho, esse millennial almeja encontrar a profissão dos sonhos, e não para de se atualizar, afim de garantir uma estabilidade de vida.

Já o altruísta, se importa muito mais com o mundo.

São aqueles que possuem uma característica ativista forte, abdicando de suas vidas a fim de trabalhar em prol de uma causa.

Esses millennials pretendem impactar e deixar suas marcas no mundo, buscando, no trabalho, a sensação de realização, além de segurança e estabilidade.

As vantagens de ter um colaborador millennial

Os millennials são a força de trabalho mais nova no mercado atualmente, e saber aproveitar suas características é capaz de trazer um grande avanço para sua empresa.

Uma das maneiras de fazer isso é aproveitando a conectividade inata dos millennials.

Essa característica permite, por exemplo, a implantação de novas ferramentas na empresa, as quais os colaboradores millennials raramente apresentarão dificuldades em manusear, devido a suas habilidades com tecnologia.

Além disso, essa habilidade também pode ser utilizada para melhorar a comunicação interna, que já se sabe ser um dos principais pilares do sucesso da sua empresa.

Outra vantagem é o bombardeio diário de informações e novidades que essa geração sofre devido à sua alta conectividade, o que os torna colaboradores criativos e entusiasmados em aplicar inovações na sua empresa.

A característica multitarefas também depõe a favor dos millennials no mundo corporativo, uma vez que se mostram capazes de desenvolver, facilmente, diferentes projetos ao mesmo tempo.

Em função de tudo isso, a geração millennial consegue acumular muito conhecimento rico, aplicável na proposta de soluções mais rápidas e simples.

millennials
A conectividade inata e capacidade multitarefas são os principais diferenciais dessa geração.

Como gerencio as habilidades dos millennials para engajá-los no trabalho?

Como os millennials tem como característica forte a procura por propósito no que fazem, eles buscam no seu ambiente de trabalho muito mais a figura de um líder inspirador e que lhes proporcionem oportunidades, do que chefes que bloqueiam sua criatividade.

Assim, é preciso ter atenção para alguns aspectos da rotina e estrutura da sua empresa se você quiser contar com as habilidades de um millennial.

Listamos aqui as principais atitudes valorizadas pela geração millennial dentro de uma empresa, e que você pode usar a seu favor para engajá-los.

Seja flexível

A geração millennial não vê muita separação entre a vida pessoal e profissional. Por isso estão sempre em busca do equilíbrio entre esses dois aspectos.

Veja também:  Desmitificando a comunicação organizacional: como melhorar a comunicação interna na sua empresa

Aplicar a flexibilidade de horários, ou mesmo investir em diferentes formas de trabalho, como o trabalho remoto, é um fator que os millennials valorizam muito em uma empresa.

A flexibilização de horários aumenta a retenção e, principalmente, a satisfação com a empresa.

Assim, se seu intuito é fidelizar seu colaborador millennial, investir em flexibilidade é um dos principais pontos a ser implementados na sua empresa.

Proponha desafios

A característica multitarefas dos millennials faz com que busquem desafios na rotina de trabalho.

Rotinas clássicas e maçantes de escritório podem deixá-los entediados facilmente e, assim, desmotivados.

Busque sempre propor-lhes atividades e metas desafiadoras, onde possam exercer sua criatividade e demonstrar sua eficiência e produtividade.

Nada mais desmotivador do que atividades que subestimem suas capacidades.

millennials
Não hesite em desafiar os millennials, a falta de desafio pode ser muito desmotivadora para eles.

Deixe claro o propósito

A geração millennials está sempre em busca de um propósito.

Como não tem como prioridade um alto valor de salário, os millennials se atêm mais à carreira, e essa carreira precisa ter um propósito.

Os colaboradores com esse perfil precisam sentir que o que fazem é importante e faz diferença no mundo.

Mais uma vez, se sua intenção é engajar seu colaborador millennial, mostrar-lhe o propósito do que faz terá um poder muito maior do que esperar um engajamento baseado em recompensas monetárias.

Possibilite um plano de carreira

Como já dito anteriormente, os millennials valorizam muito mais a experiência do que bens materiais.

Por isso, para eles, a progressão de carreira dentro de uma empresa tem mais valor do que o salário em si.

Assim, para melhorar a retenção de colaboradores com esse perfil, apresentar a possibilidade de um desenvolvimento de carreira é uma das maneiras mais eficazes.

E como lidar com o conflito de geração dentro do ambiente corporativo?

Como os millennials representam a força de trabalho mais nova do mercado de trabalho, é raro ter dentro do ambiente corporativo todos os colaboradores da mesma geração.

Assim, é preciso ter cautela ao implementar novos posicionamentos dentro da empresa.

Atente-se para o resultado de suas inovações nos colaboradores mais experientes.

Elas devem servir para motivar os mais novos, porém não devem alienar os mais experientes.

O ideal é criar estratégias híbridas, nas quais seja possível encaixar qualquer colaborador, mas com foco em prazos e resultados.

Um ponto central e de grande importância para driblar o conflito de geração dentro da sua empresa é estimular a comunicação interna, mantendo um canal aberto para o diálogo do time todo.

Agora que você consegue entender um pouco mais do mundo segundo os millennials, já pode traçar estratégias que consigam aproveitar ao máximo as habilidades dessa geração e dar um up na sua empresa rumo ao futuro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *