governança corporativa

5 minutos de leituraGovernança corporativa: benefícios e como implementar!

A governança corporativa é um conjunto de práticas, processos e políticas que regulam a administração de uma empresa.

Quer saber mais sobre esse tema tão debatido atualmente?

Acompanhe!

Como surgiram os debates de governança corporativa

Tal conceito nasceu com o crescimento das empresas e a necessidade de conciliar os diferentes interesses de sócios e administradores e evitar fraudes e escândalos fiscais.

Nos Estados Unidos ganhou força com os escândalos corporativos em grandes empresas como a Enron.

No Brasil, é recente a ascensão da governança corporativa. Tais práticas ganharam força em 1990 com a abertura do mercado nacional e privatizações.

Esta também foi a década em que foi criado o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), anteriormente conhecido como Instituto Brasileiro de Conselheiros de Administração (IBCA).

O instituto é responsável pela elaboração e divulgação de materiais das melhores práticas de governança corporativa, além de promover eventos sobre a temática no Brasil.

Afinal, quais os benefícios da governança corporativa?

governança corporativa é o conjunto de práticas que faz mediação entre os interesses dos sócios e administradores para o bem comum na empresa, descentralizando a tomada de decisões e reduzindo conflitos.

Além disso garante controle, qualidade na gestão e sustentabilidade econômica a longo prazo, e evita fraudes na administração.

As práticas de governança corporativa incluem ações de monitoramento, controle e divulgação de informações. É o sistema que avalia, monitora e direciona a gestão do negócio.

Na prática, a governança corporativa atua por meio de ferramentas como conselhos administrativos, conselhos consultivos, relatórios periódicos, compliance, entre outras.

Quatro princípios regem as boas práticas de governança corporativa: a transparência, a equidade – entre os sócios e stakeholders – a prestação de contas e a responsabilidade corporativa.

A governança corporativa nas empresas familiares

No Brasil, outra característica marcante nos debates de governança corporativa é o crescimento do negócio em empresas familiares.

O crescimento deste tipo de empresa é marcado pela necessidade de melhorar os mecanismos de controle, gestão e transparência com o aumento do nível de complexidade.

Intensifica-se a necessidade de definir os papéis dos sócios, dos administradores e dos integrantes da família diante do momento atual da empresa e o futuro. Nesse contexto, as boas práticas de governança corporativa têm muito a contribuir.

Uma das ferramentas representativa na governança corporativa das empresas familiares é o protocolo familiar.

Segundo pesquisa do IBGC (2018), 29% de 62 empresas de diversos portes estudadas possuem tal documento.

O protocolo familiar é um acordo estabelecido entre os entes familiares destinado a reforçar a coesão entre os sócios e transmitir os valores e o legado da família ao longo da trajetória do negócio e das gerações da família.

Ele contribui para a clareza de valores da empresa, clareza de papéis e reflexões sobre o futuro.

Para formulá-lo é ideal que membros das diferentes gerações sejam envolvidos e caso necessário, haja mediação de conselheiro externo para auxiliar no processo com neutralidade.

Além disso, é necessário que todos os membros tenham em mente que o objetivo da formulação do protocolo familiar está acima de divergências pessoais.

O documento varia de empresa para empresa, mas existem tópicos comumente abordados, como:

  • Ingresso de novos familiares como novos sócios na empresa, na gestão da empresa ou conselho de administração;
  • Separação de papéis nas esferas da família, propriedade e gestão;
  • Remuneração de familiares na gestão e no conselho;
  • Resolução de conflitos;
  • Saída de familiares da sociedade;
  • Participação de cônjuges na empresa.

O protocolo familiar pode ser um bom passo inicial para as empresas familiares implementarem práticas de governança corporativa – garantindo a coesão do negócio.

governança corporativa

Confira outras dicas a seguir.

Ações para implementar a governança corporativa

Muitas são as boas práticas de governança corporativa debatidas atualmente no mundo todo – representando um vasto campo de estudos organizacionais.

A seguir, vamos dar algumas dicas de ações importantes para implementar a governança corporativa e desfrutar de seus benefícios para a gestão do negócio.

Separe questões pessoais dos recursos da empresa

A separação das esferas pessoal e profissional é essencial da governança corporativa. Nenhum sócio, gestor ou funcionário deve usar bens e recursos da empresa para fins particulares.

Por isso, a definição de papéis e políticas que regulamente o uso de recursos da empresa é fundamental para evitar fraudes corporativas.

Um dos processos que a empresa deve ter atenção, por exemplo, é o de reembolso de despesas de funcionários. As fraudes no reembolso corporativo são bastante comuns quando se há brechas na prestação de conta, falta de política de reembolso e controle financeiro frágil – cenário em que as pessoas usam recursos da empresa para fins pessoais, em contramão à governança corporativa.

Forme um conselho consultivo

A formação de um conselho consultivo é uma ótima prática inicial para implementar a governança corporativa.

O conselho consultivo pode auxiliar na implementação de valores como transparência e agregar na visão estratégica do negócio.

Adriana Adler, consultora em governança de empresas, recomenda que ao formar o conselho consultivo, é interessante que haja conselheiros externos para trazer uma visão mais imparcial, desprovida de vieses internos da organização.

Acompanhe e avalie os projetos

O monitoramento e avaliação de projetos é um dos cernes da governança corporativa – atividades essenciais para preservar e otimizar o valor gerado aos acionistas.

Por isso, fortalecer as atividades estratégicas é essencial para a organização que quer investir em governança corporativa.

É essencial conhecer os custos, a rentabilidade e a viabilidade dos serviços prestados, dos projetos em andamento e de atender determinadas regiões.

Por isso, no desenvolvimento das atividades é essencial utilizar ferramentas e tecnologias que fomentem a coleta e análise de dados referente aos processos e desempenhos.

Otimize os processos financeiros

A otimização dos processos financeiros é fundamental para que o sistema de governança corporativa funcione.

Com a otimização da gestão financeira, é possível otimizar a rotina de trabalho do departamento financeiro – que deixa de perder tempo com burocracias e passa a ter tempo para se dedicar ao que importa: seu papel estratégico na organização.

Entenda como otimizar a gestão financeira do seu negócio para criar uma base sólida para a implementação da governança corporativa.

Promova a transparência

Como vimos, a transparência é um dos princípios básicos da governança corporativa.

Conforme o Código de Boas Práticas de Governança Corporativa (2018) do IBGC, a transparência diz respeito a disponibilizar informações do interesses dos stakeholders e não apenas as que são obrigatórias e que digam respeito ao desempenho financeiro.

Segundo o código, a transparência é essencial para nortear a otimização do valor da empresa e por isso, é premissa da governança corporativa.

Por isso, é ideal que se pratique transparência e que valores associados a ela sejam estimulados na cultura organizacional.

Fortaleça as lideranças

A otimização da gestão financeira da empresa, a implementação de boas práticas de governança corporativa e diversas outras atividades que otimizam o valor do negócio dependem de uma coisa em comum: liderança.

O papel do líder é importantíssimo em qualquer contexto que envolva mudanças,  otimização e busca por melhores resultados. Além disso, os líderes da organização tem papel essencial na manutenção da coesão na empresa entre pessoas e objetivos – o que também é base da governança corporativa.

Confira nossas dicas que um líder moderno deve seguir para otimizar a gestão financeira de seu negócio e conseguir implantar boas práticas de gestão e governança.

governança corporativa

O que o VExpenses tem a ver com governança e como podemos te ajudar?

O VExpenses é um aplicativo para automatização de prestação de contas e reembolso de despesas corporativas.

Como vimos, para implementar boas práticas de governança é essencial que haja controle financeiro, dados para avaliar a viabilidade de serviços e projetos, transparência e processo de prestação de contas bem definido.

Essas são algumas das vantagens do VExpenses que, além disso, reduz bruscamente o tempo gasto com burocracias automatizando esse processo – melhorando a gestão de tempo para sua equipe se dedicar ao que realmente importa.

Conheça o aplicativo e suas vantagens fazendo um teste gratuito!

Veja também:  Transformação digital: benefícios, tendências globais e implantação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *